Como imigrar para o Canadá – entenda as opções de imigração

Se eu pudesse te dar um único conselho sobre imigração para o Canadá, seria: acompanhe esse texto e entenda de uma vez por todas as opções de entrada para o país.

Desde o ano passado, o Canadá anunciou a grande meta de receber mais de 1,2 milhões de imigrantes até 2023. A ideia é reverter o que aconteceu durante a pandemia, aumentar a população do país e continuar economicamente ativo.

O Canadá é um país desenvolvido e um dos mais fáceis de se imigrar e viver. Basta se adequar aos requisitos para cada situação. Por tudo o que o Canadá oferece, as exigências para se morar lá acabam valendo a pena. 

A princípio, pode parecer confuso, quando você se depara com a quantidade de formas que você pode imigrar. São três categorias de imigração para o Canadá: refugiados, família (Family Sponsorship – familiares de imigrantes que já receberam a cidadania canadense) e classe econômica. Só para a classe econômica são mais de 50 processos diferentes. E entre eles, os programas se dividem em federais e provinciais.

É evidente que a classe econômica é a mais priorizada na hora de contabilizar os imigrantes que vão chegar. Isso porque essa categoria é a que mais recebe os profissionais qualificados que o país tanto precisa para continuar economicamente ativo e atrativo.

Então, se seus planos são se mudar de vez para o Canadá, provavelmente você vai aproveitar todas as facilidades que a imigração pela classe econômica tem.

Como imigrar pela classe econômica

Como são muitas opções, o primeiro passo é descobrir qual é o seu perfil de imigração. Dessa forma, você consegue saber qual programa se encaixa melhor nos seus planos e você migre mais facilmente.

Processos Federais ou Provinciais

Vamos afunilar ainda mais as opções. Agora está na hora de saber qual programa melhor se encaixa com você. Entenda os processos federais e provinciais.

Processos Federais

Express Entry

O processo Federal da classe econômica mais conhecido é o Express Entry, você pode ver mais detalhes sobre ele aqui.

Basicamente o Express Entry se divide em 3 programas. Cada um com um perfil específico de profissional.

FEDERAL SKILLED WORKER (FSW)

É para trabalhadores qualificados com experiência de trabalho no exterior que desejam imigrar para o Canadá permanentemente. Você não precisa estar no Canadá para se candidatar por este programa.

FEDERAL SKILLED TRADES (FST)

É para trabalhadores qualificados que desejam se tornar residentes permanentes com base na qualificação em um skilled trade. Outro programa que você não precisa estar no Canadá para se candidatar, basta ter experiência profissional em uma profissão da lista de Skilled Trade e atender os demais requisitos.

CANADIAN EXPERIENCE CLASS (CEC)

Este programa é para trabalhadores qualificados que têm experiência de trabalho canadense e desejam se tornar residentes permanentes. Este é para quem já está no Canadá com o status de temporário e tem sua experiência profissional no país.

O Express Entry (EE) avalia o candidato através de pontos, analisando algumas áreas como: idade, fluência nos idiomas (cada programa tem o seu requisito), experiência acadêmica e/ou profissional.

Business Immigration

É um programa federal específico para empresários estrangeiros que querem dar início a novos negócios no Canadá. Seja através de um investidor anjo, fundo de capital ou uma incubadora de start-ups (Start-up Visa; Self-Employed; Immigrant Investor Venture Capital Class).

Caregivers

É um programa específico para quem é cuidador de crianças, idosos, ou pessoas com necessidades especiais (Caring for Children Program; Caring for People with High Medical Needs Program; Live-in Caregiver Program).

Processos Provinciais

As províncias canadenses são bem independentes no que diz respeito a regras próprias para quase tudo. O governo federal estabelece padrões a serem seguidos, mas cada território tem seu próprio processo de imigração provincial, chamados de Provincial Nominee Program (PNP). 

Embora com características específicas, elas possuem em comum alguns critérios básicos quando o assunto é imigração: oferta de trabalho ou profissão em demanda na localidade, proficiência no idioma e comprovação financeira. Novamente, as exigências para cada região são determinadas pelo governo local.

Alberta Immigrant Nominee Program (AINP);
British Columbia Provincial Nominee Program (BCPNP);
Manitoba Provincial Nominee Program (MPNP);
New Brunswick Provincial Nominee Program (NBPNP);
Newfoundland and Labrador Provincial Nominee Program (NLPNP);
Nova Scotia Nominee Program (NSNP); 
Northwest Territory & Nunavut Nominee Program (NTNNP);
Ontario Immigration Nominee Program (OINP);
Prince Edward Island Provincial Nominee Program (PEI PNP);
Quebec (o programa de Quebec é separado dos demais e possui uma série de categorias dentro dele);
Saskatchewan Immigrant Nominee Program (SINP); 
Yukon Nominee Program (YNP).

É importante enfatizar que, dentro de cada um dos processos provinciais, existe uma série de categorias passíveis de aplicação, que possuem exigências e regras atribuídas por cada província, como os programas locais de investidores, ou destinados a estudantes, para aqueles que possuem uma oferta de trabalho, dentre diversas outras possibilidades.

 

Em resumo, os meios de imigrar para o Canadá são bem variados e pode te deixar um pouco perdido na hora de escolher por qual processo ir. O ideal é você saber qual é o seu perfil de imigração e, dessa forma, saber qual processo te fará chegar na residência permanente mais rápido e fácil.

Se você não quer ficar perdido e quer saber qual é o seu perfil para já saber em qual programa aplicar, saiba aqui.

Será um prazer ajudar a tirar do papel o seu #projetocanada

Deixe seu comentário