Express Entry e a imigração para o Canadá

Saiba o que é, como funciona e como participar do processo para o pedido de residência permanente no Canadá.

 

Everyone is welcome

O Canadá se transformou no sonho de muitas famílias como destino de imigração. Porque o país é o mais receptivo para imigrantes. E como tem uma necessidade muito grande de mão de obra no país, há várias possibilidades de conseguir o visto de residência permanente e morar legalmente. Através de estudos, oferta de trabalho, por família… são alguns exemplos de porta de entrada no país.

A mais conhecida e querida dos brasileiros é o Express Entry, ou EE.

Acompanhe o texto e saiba mais sobre esta forma de entrada no Canadá.

O Express Entry é a principal maneira pela qual a Immigration, Refugees and Canada (IRCC) gerencia os pedidos de imigração de classe econômica. A classe econômica representa quase 60% de todos os novos imigrantes recebidos pelo Canadá a cada ano.

É o principal sistema de imigração federal do Canadá. On-line, dinâmico e unificado que o governo utiliza para selecionar os candidatos e gerenciar as aplicações de residência permanente. Ele foi inaugurado em janeiro de 2015 para agilizar o processo e priorizar a imigração de pessoas que tenham o perfil desejado para aprimorar a economia do país.

O EE abrange três programas de imigração federal, os quais abordam diferentes tipos de perfis de candidatos: Federal Skilled Worker Program, Federal Skilled Trades Program e Canadian Experience Class. Todos eles estão detalhados no site de imigração canadense

Resumindo, é um sistema onde você cadastra o seu perfil e se bem qualificado em um dos programas, você recebe o convite para imigrar.

Este é o meio mais comum e com o processo mais rápido de entrar legalmente no Canadá para profissionais qualificados (com diploma universitário). Tem como objetivo atrair estrangeiros para ocupar vagas específicas e que necessitam de mão de obra qualificada no mercado canadense. 

Alguns dos pré-requisitos para o programa são: Fluência no idioma – inglês ou francês, dependendo da província. E extratos bancários que comprovem o valor em reais equivalente a 12.500 dólares canadenses, que podem ser em fundos de investimento no seu nome (poupança ou aplicações).

Com o visto de residência em mãos é possível morar, estudar e trabalhar no Canadá. Ele também garante que você tenha todos os direitos e deveres de um canadense (com exceção do direito de voto e alguns cargos políticos). Você terá acesso ao sistema de saúde público, pagará valor reduzido em cursos de ensino superior e poderá, também, solicitar cidadania canadense após alguns anos morando no país.

Como é feita a seleção

A seleção de candidatos pelo Express Entry acontece por rodadas de convites. Os convites são feitos a partir de notas de corte, sendo a mais recente divulgada nesta página. Cada corte (ou draw) possui um número estabelecido de convites para imigrar, ou Invitation to Apply (ITA), que pode ser para um programa específico ou para todos.

Considerando o número de convites da rodada, o corte é realizado de forma decrescente – a partir dos perfis de candidatos com mais pontos. Caso o número de candidatos com a pontuação chamada seja maior que o número de ITAs, o critério de desempate é feito pela idade do perfil; ou seja, os candidatos selecionados serão os que têm os perfis mais antigos no sistema. 

 

Conhecendo os programas do Express Entry

FEDERAL SKILLED WORKER (FSW) 

Este programa é para trabalhadores qualificados com experiência de trabalho no exterior que desejam imigrar para o Canadá permanentemente.

Para imigrar pelo programa de trabalhador qualificado você precisa:

  • Experiência de trabalho qualificada; ter mais de um ano de experiência profissional em período integral (NOC 0, A ou B), nos últimos 10 anos;
  • Ter CLB mínimo 7 em um dos testes de idioma oficiais, nas 4 competências  writing, listening, reading, speaking;
  • Se for estudante no Canadá; um certificado, se estudante estrangeiro; ter credencial preenchida e uma Avaliação de Credencial Educacional (ECA)
  • Atingir a pontuação mínima 67 no programa FSW e
  • Ter recursos financeiros suficientes, de acordo com o tamanho da sua família.

FEDERAL SKILLED TRADES (FST)

É para trabalhadores qualificados que desejam se tornar residentes permanentes com base na qualificação em um skilled trade.

Para imigrar pelo programa de profissões especializadas você precisa:

  • Ter mais de 2 anos de experiência de trabalho em tempo integral em um skilled trade nos últimos 5 anos;
  • Atender aos requisitos de trabalho para esse skilled trade NOC;
  • Ter uma oferta de emprego para no mínimo 1 ano;
  • Certificado de qualificação nesse skilled trade;
  • Ter CLB mínimo 5 em speaking e listening e 4 em reading e writing nos testes de idioma oficiais;
  • Ter recursos financeiros suficientes, de acordo com o tamanho da sua família e
  • Não planejar morar na província do Quebec.

CANADIAN EXPERIENCE CLASS (CEC)

Este programa é para trabalhadores qualificados que têm experiência de trabalho canadense e desejam se tornar residentes permanentes.

Para imigrar pelo programa de experiência canadense você precisa:

  • Ter mais de 1 ano de experiência de trabalho canadense qualificada em tempo integral (NOC 0, A ou B), nos últimos 3 anos;
  • Ganhou sua experiência profissional trabalhando no Canadá enquanto tinha o status de residente temporário com autorização para trabalhar – obs: co-op não conta neste processo;
  • Ter CLB mínimo 7 em um dos testes de idioma oficiais se a sua experiência for em NOC 0 ou A;
  • Ter CLB mínimo 5 em um dos testes de idioma oficiais se a sua experiência for em NOC B e
  • Não planejar morar na província do Quebec.

Recebendo o seu convite para imigração, enviando os documentos certinho é só aguardar o resultado do visto. E se preparar para esta grande mudança de vida.

 

Se você ficou com dúvidas sobre isso e quer saber se você tem perfil para o EE entre em contato conosco. Será um prazer te ajudar com esse sonho!

Deixe seu comentário