Irlanda tem novas regras de vistos para entrar no país

No fim de janeiro, o governo Irlandês deu um comunicado informando as novas regras para a entrada no país. Principalmente com relação ao visto. Se você tem planos de ir para a Irlanda nas próximas semanas, acompanhe abaixo as mudanças ocorridas. E viaje com segurança.

Atualizações e anúncios de vistos

Aviso | Acordos de Visto COVID-19

29 de janeiro de 2021
Como parte dos esforços do governo para combater a pandemia, a Ministra da Justiça Helen McEntee assinou uma ordem que vai criar novas exigências de visto aos portadores de passaporte de vários países da América do Sul e da África do Sul.

Esta ordem e as medidas associadas começaram a valer à meia-noite de quarta-feira, 27 de janeiro de 2021.
Além dos novos requisitos, também foi decidido temporariamente não aceitar novos pedidos de visto. Isso começa a valer a partir do fechamento dos negócios no dia 29 de janeiro de 2021.
O aumento das restrições de viagem e as medidas tomadas como parte dos esforços do governo para interromper a transmissão da COVID-19 significa que a viagem pode não ser possível e, mesmo que possível, não é aconselhável, a menos que seja absolutamente essencial.

Atualmente, é contra a lei que qualquer pessoa (independentemente da nacionalidade ou passaporte) viaje dentro da Irlanda para fins não essenciais e as pessoas podem ser multadas se fizerem isso. A aplicação dessa lei foi fortemente aumentada nos últimos dias.
A situação continuará a ser revisada em consulta com as autoridades competentes nas próximas semanas.
Embora ainda seja possível solicitar um visto irlandês on-line da maneira normal, essas medidas temporárias significam que os candidatos não poderão concluir seu processo de inscrição e pedimos desculpas por qualquer inconveniente que isso possa causar.

Observe que qualquer inscrição feita on-line permanecerá válida até que as restrições sejam levantadas.
Pretendemos retomar a aceitação das inscrições assim que as preocupações de segurança baixarem.

Certos casos prioritários/de emergência continuarão a ser processados e incluem o seguinte:

  • Trabalhadores que exercem ocupações críticas, incluindo profissionais de saúde, trabalhadores fronteiriços e destacados, bem como trabalhadores sazonais, conforme referido nas Diretrizes relativas ao exercício da livre circulação de trabalhadores durante o surto de COVID-19;
  • trabalhadores de transporte ou prestadores de serviços de transporte, incluindo motoristas de veículos de carga que transportam mercadorias para uso no território, bem como aqueles que se limitam a transitar;
  • pacientes que viajam por razões médicas imperativas;
  • alunos, estudantes e estagiários que viajam diariamente para o exterior e nacionais de países terceiros que viajam para fins de estudo de terceiro nível;
  • pessoas que viajam por razões familiares ou comerciais imperativas;
  • diplomatas, pessoal de organizações internacionais e pessoas convidadas por organizações internacionais cuja presença física é necessária para o bom funcionamento dessas organizações, militares e policiais, e trabalhadores de ajuda humanitária e pessoal de proteção civil no exercício de suas funções;
  • passageiros em trânsito;
  • marítimos;
  • jornalistas, no desempenho de suas funções.

Se sua inscrição se enquadra em uma dessas categorias, você pode se inscrever on-line da maneira usual. Depois de concluir a inscrição on-line, você deve seguir as instruções dadas na página de resumo sobre onde deve enviar sua inscrição.

Essas medidas são lançadas para apoiar nossas restrições de saúde pública à circulação, inclusive para dentro e para fora da Irlanda.
O forte conselho, portanto, é que todos, independentemente de sua nacionalidade ou status de visto, ou de onde partiram, que não podem fornecer prova de um propósito essencial para viajar para ou dentro da Irlanda, não devem viajar para a Irlanda.

A partir da meia-noite de 27 de janeiro de 2021, além dos países que eram exigidos visto antes dessa data, os portadores de passaporte dos seguintes países também são obrigados a solicitar um visto de entrada ou visto de trânsito, conforme apropriado, antes de viajar para a Irlanda:
Argentina; Bolívia; Brasil; Chile; Colômbia (visto de trânsito agora necessário – este país já está sujeito à obrigação de visto de entrada); Equador (visto de trânsito agora necessário – este país já está sujeito à obrigação de visto de entrada); Guiana; Paraguai; Peru (visto de trânsito agora necessário – este país já está sujeito à obrigação de visto de entrada); África do Sul; Suriname (visto de trânsito agora necessário – este país já está sujeito à obrigação de visto de entrada) e Uruguai

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários, ou entre em contato conosco através do instagram @myintercambio

Fonte: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/visas-updates

Deixe seu comentário